domingo, 13 de outubro de 2013

Para ti*

Há um ano, nunca imaginei, nem nos meus sonhos mais megalómanos, que estaria como estou hoje.
Há um ano nunca pensei que ia encontrar alguém com quem me sentisse tão bem, tão feliz, com quem tudo fizesse tanto sentido. 
Há um ano, em Sintra, quando te dei a mão pela primeira vez, não sabia que nunca mais a ia largar, que nunca mais ia caminhar sozinha.
Mas a verdade é que foi nesse dia, há um ano, que a minha vida, a nossa vida, mudou. Foi há um ano que começou a nossa história. Uma história que começou devagarinho, e foi crescendo, todos os dias, à medida que nos iámos conhecendo mais e mais. Uma história que tem vindo a ser construída com passos pequenos, mas seguros, e com uma certeza cada vez maior que és tu quem eu quero, ao meu lado, o resto da vida. 
Porque, desde há ano, os meus dias ganharam uma nova cor, e o meu sorriso tornou-se mais forte e mais brilhante. É muito bom dormir e acordar todos os dias e saber que estás lá, do outro lado do telemóvel, que fazes parte da minha vida e eu da tua, que és a última pessoa em quem penso quando adormeço e a primeira quando acordo.
Por tudo e por tanto, por seres o homem maravilhoso que és, por tudo aquilo que temos vivido juntos, amo-te MUITO, meu amor.
E a única coisa que quero é fazer-te tão feliz como me fazes a mim.   

1 comentário: