sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Entre um convite para ir a Nova Iorque (que, à semelhança do convite para ir a Miami o ano passado, não pude aceitar), uma sangria de champanhe com frutos vermelhos fabulosa e uma conversa com um dos melhores amigos do mundo percebi, sem margem para qualquer tipo de dúvidas, que nenhuma forma de amor combina com qualquer tipo de egoísmo.

4 comentários:

  1. Ai mulher, tu rejeitas cada convite...

    ResponderEliminar
  2. "nenhuma forma de amor combina com qualquer tipo de egoísmo." Lindoo...concordo tanto!! *

    ResponderEliminar
  3. e o que não falta para aí é gente egoísta...conheço muitas.

    ResponderEliminar