segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A humildade é, realmente, (uma) (d)a(s) qualidade que mais aprecio nos outros. A capacidade de perceber que não somos mais que os outros. Que todos somos necessários à sociedade. Que ninguém é melhor que ninguém. Somos apenas diferentes. Uns melhores numas coisas. E outros noutras.

Por seu lado, a maldade gratuita, a falta de empatia e noção do que os nossos comportamentos provocam nos outros, de filtros que nos travem a língua quando pensamos em disparates, a noção de que olhar lá do alto e desdenhar os outros, que achamos que estão "abaixo" de nós, não é bonito, são coisas que me irritam.

Particularmente.

7 comentários:

  1. mandei-te um email... ai menina o que tenho visto e lido... fico para a vida!

    ResponderEliminar
  2. Ritinha,

    Somos feitas da mesma matéria.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Qualidade essa que tende a desaparecer e claro... depois aparecem os falsos humildes. Esses sim irritam-me.Tirando isso o resto é para ter pena porque são pessoas que no seu intimo são tão inseguras que acabam por se esforçar pateticamente para se evidenciarem.

    Claro que isso topa-se a léguas e acabam por cair no ridiculo

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito do teu post.
    A Falta de humildade revela também falta de sabedoria para perceber o mundo que nos rodeia, para apreender esse mundo. O que acontece com essas pessoas é que se limitam ao próprio humbigo.

    ResponderEliminar
  5. Falta de humildade revela também falta de sabedoria para apreender o mundo que nos rodeia.
    Esse tipo de pessoas normalmente só olham para o seu umbigo.

    ResponderEliminar