quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Motivações

Tenho um blogue porque gosto de escrever. Tenho um blogue porque gosto de ler, gosto de conhecer as ideias dos outros, gosto de perceber as formas de ser e de pensar e de estar das outras pessoas. Tenho um blogue porque uma das coisas de que mais gosto é de partilhar: sentimentos, acontecimentos, ideias.
Daquilo que entendo estes são motivos válidos para termos um blogue. Claro que outros tantos haverá. Sou tolerante às ideias dos outros como escrevi no texto anterior.
Mas o que não entendo é fazermos da blogosfera um sítio onde apenas vimos para criticar os outros. E para sorrateiramente dar espetadinhas a outras pessoas que cá também cá estão. Até percebo que as vezes precisemos de descarregar frustrações. Mas nesses casos aconselho o ginásio. Aconselho um bom filme, livro ou série. Aconselho um concerto onde se grite até a voz falhar. Aconselho um passeio à beira-mar. Aconselho estar simplesmente em silêncio. Aconselho pensar naquilo que nos faz ficar agitados. Mas dizer mal dos outros, criar polémicas desnecessárias, espicaçar as pessoas não é denitivamente a forma de relaxarmos.
Não faz bem.
E não é nada bonito.

7 comentários:

  1. não estava a falar de ti naquele post. e se digo mal de alguém que atire a primeira pedra quem nunca criticou bloggers. deves saber que existem por aqui uns quantos blogs (bastante conhecidos até) que o fazem diariamente, uns mais directamente que outros. cabe depois a cada um "enfiar ou não o barrete". eu sou livre de escrever o que quero. o meu blog é o meu espaço. ao contrário do que possas pensar, eu já li todo o teu blog e para mim és alguém por quem nutro muita admiração e respeito.

    ResponderEliminar
  2. Salto,

    E achas que se eu não te admirasse me dava ao trabalho de te comentar tanto? Simplesmente não lia, não dizia nada e talvez comentasse em privado. Mas por gostar do que mostras ser, dessa tua acção sem fim, e dessa tua energia tão grande, e até vontade de ajudar (quando publicas conselhos sobre entrevistas)é que te tenho dito tudo o que gostava que também me dissesse a mim. Tenho a certeza que és mais nova que eu (tenho 30 aninhos) e tens o ímpeto que eu tinha nessa idade.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. enfim, é só a repeticão do quotidiano, afinal, no dia-a-dia tb existem pessoas do género. A mim bastam-me as preocupações com a minha vida, não tinha eu mais nada que fazer que me andar a ralar com a vida de cada um. Cada qual sabe de si e Deus sabe de todos :)

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente a grande maioria das pessoas gosta de falar da vida dos outros, quando na realidade devia olhar para o seu umbigo e fazer uma reflexão.

    Não te leio há muito tempo, mas pareces-me ser uma boa pessoa ;)

    ResponderEliminar