quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Orçamento de estado

Mas alguém me explica que medidas são estas que o primeiro-ministro acabou de anunciar? É que estas medidas não são difíceis. Estas medidas são medidas arrasadoras para a economia. E nós não precisamos de recessão. Precisamos de crescimento.
E isso já para não falar do corte de direitos adquiridos. E não falo dos subsídios. O que estou a dizer é que trabalhar mais uma hora por dia sem ganhar é voltar muito atrás. A luta pelas 8h diárias de trabalho é muito antiga.
E depois tudo o resto: os salários descem, os impostos sobem, as pessoas trabalham mais horas para receber não o mesmo mas menos (porque os cortes dos subsídios, apesar de necessários, correspondem a um corte de 15% de salário anual). Não me parece que este seja o caminho. O nosso nível de vida que já não é bom ainda vai descer.

Sem comentários:

Enviar um comentário