quarta-feira, 3 de março de 2010

Frases #2

"Se a tua luz não te ilumina não queiras apagar a minha"

E isto vê-se e sente-se tanto. Pessoas que em vez de sentirem aquela inveja saudável, que nos faz querer lutar para alcançar algo, se sentem injustiçadas por os outros o terem conseguido. Como se o que os fizesse felizes fosse, já que eles não têm o mesmo, os outros também não o terem. Aliás invejar no sentido clássico é isto mesmo. É desejar mal a quem tem o que queriámos conseguir. E para quê? Qual é a felicidade de sabermos que os outros estão tão mal ou pior do que nós? Não consigo entender. Porque eu não funciono assim. Fico feliz pelas conquistas dos outros. Claro que há coisas que determinadas pessoas têm que eu gostava de ter. Mas o que posso fazer é tentar conseguir isso para mim. E não desejar que o outro não o tenha. Muitas vezes isto acontece também por insegurança. Uma pessoa insegura que se sinta posta em causa por outra pode ter a tentação de fazer com que a outra deixe de brilhar. Rebaixá-la. Questionar o que ela sente, faz, dia. Para tentar sobressair. Mas ninguém faz sombra a ninguém. E nem vale a pena andarmos por aí a tentar apagar a luz dos outros. O melhor é dar mais brilho à nossa. Isto lembra-se a anedota do pirilampo e da serpente. "Porque não suporto o teu brilho".

Adenda: Então cá vai a anedota do pirilampo e da serpente. Era uma vez um pirilampo que estava a ser seguido por uma serpente. Até que de repente ela o apanha. E quando ela estava a preparar-se para o comer ele pede se lhe pode perguntar uma coisa. E ela diz que sim. E ele pergunta: -"Porque é que me odeias tanto?". E ela responde: "Porque não suporto ver-te brilhar".

4 comentários:

  1. Oh rapariga tu conta a história do pirilampo e da serpente que eu não conheço...

    Acho este teu texto fabuloso ;)

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente há gente muito "apagada".
    Gostei... gostei, sim senhora ;)

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito deste teu texto, vou reter a frase.
    Um beijinho

    ResponderEliminar