quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Pergunta #5

Vamos lá descontruir um mito (ou quem sabe ajudar a confirmá-lo): a primeira vez é mesmo assim tão importante? E é possível que na primeira vez o sexo seja bom (e por bom não digo que seja bonito e fofinho e ternurento)? E é marcante ou não para a vida futura?

P.S.: "Pergunta" é uma das rubricas do "A Vida de Uma gaija" que têm por objectivo incentivar a vossa participação e os vossos comentários, por forma a estimular debate/discussão e aprendermos algo uns com os outros.

11 comentários:

  1. Aí depende... se é a 1ª vez de sempre ou a 1ª vez com alguem.

    Eu digo que a 1ª vez com alguem é sempre especial e muito dificilmente será o "show" que esperamos.

    Se for a 1ª vez de todas... ainda pior.
    Mas no fundo serve de aprendizagem.
    Serve para aprendermos qualquer coisa.

    Eu aprendi ;)

    Beijinhossss

    ResponderEliminar
  2. Hum pergunta pertinente :D
    Opinião de uma maluca semi-adulta, a primeira vez não tem assim tanta importância, não é algo que nos marque, pelo menos no meu caso. A minha primeira vez foi tudo menos um sonho ou mesmo planeado, simplesmente aconteceu. Posso dizer que não senti dores horríveis e a única coisa desagradável foi um corrimento género menstruação. Mas também não posso dizer que atingi orgasmos, mas sim tive prazer pelo carinho e envolvimento que aconteceu. Já lá vão alguns anos, mas não me arrependo, o prazer vem com o conhecimento do nosso corpo, e antes de alguém nos proporcionar prazer temos de ser nós a saber faze-lo… o mais importante antes de qualquer coisa é estar-se bem com o próprio corpo…

    beijolitas

    ResponderEliminar
  3. A primeira vez não foi bom... não tinhamos experiencia .. foi mau...

    mas marcou pela positiva...

    :)

    ResponderEliminar
  4. Foi importante na altura. Agora já é algo tão distante que nem penso no assunto.

    ResponderEliminar
  5. "A Mariana, uma rapariga de 18 anos séria, honesta e virgem casou com o Jacinto, alguns anos mais velho. Viveram completamente felizes(assim julgava ela), ficando viúva quando tinha 24 anos. Jurou não mais esquecer o Jacinto, não havia outro igual, seria incapaz de partilhar o leito com outro homem. Se aos 18, Mariana era linda, agora era um portento de mulher e logo surgiram vários pretendentes, que foi recusando respeitando a sua memória do falecido.



    Até que um rapaz lá do bairro, também ele já viúvo e inconsolável a comoveu, conheceram-se, partilharam mágoas e acabaram por se casar. Na noite de núpcias, antes de se deitarem, ela teve uma hesitação e pediu para ir à janela fazer uma oração pelo Jacinto, o agora marido acedeu embora desconfiado, não quis estragar a noite antes dela ter começado. Ela rezou, deitou-se e 'consumou-se o casamento' , pausa. E ela pede ao marido para ir de novo à janela, ele começava a não gostar destas idas à janela, mas sempre poderia ganhar fôlego. E ela lá foi, abriu a janela de rompante e erguendo para o céu com impúdica altivez a exuberante beleza dos seus seios nús, exclama: 'Jacinto. Vai à barda merda!!!...'"

    ResponderEliminar
  6. infeliz ou felizmente não creio que assim seja... a 1º vez é um stressezinhooooo

    ResponderEliminar
  7. Hum... Não me parece. A primeira vez é especial por ser a primeira, por ser algo novo.

    Quando é novo para as duas pessoas, é uma experiência de descobertas mútuas. Mas isso passa-se sempre que o fazemos com alguém novo.

    E não me parece que seja marcante. Marcante será quando encontramos outra pessoa que nos entende na perfeição, onde cada gesto é (positivamente) sentido ao extremo.

    ResponderEliminar
  8. Posso apenas falar por mim ... é importante q.b. acho que se faz mais alarido do que realmente merece, mas acredito que se for muito mau possa deixar marcas profundas ... e sim a primeira vez pode ser boa.

    ResponderEliminar
  9. a 1ª vez foi apenas isso, a primeira... de muitas que, como tudo na vida, se melhora com a experiencia e a cometer erros.

    ResponderEliminar
  10. Concordo com a maior parte,fazendo minhas as palavras do LionMaster,"dificilmente sera o show que esperamos".E o desconhecido.Acho que so experimentando uma segunda vez(e aqui espero que nao me entendam mal) se pode fazer uma comparacao e como disse Anira the Cat,com a experiencia e que se vai melhorando.

    Acho que sao as circunstancias que tambem decidem se e bom ou mau,importante ou nao.A pessoa,o ambiente.Mas enquanto nao se tiver uma segunda experiencia,acho dificil saber se se gosta ou nao.No aspecto sexual claro,que isto nao e como a comida.Desculpem a rudeza.

    Sera marcante no sentido em que cada pessoa lhe da a importancia que quiser ou sentir que deve dar.

    Desculpa pela falta de acentos,mas e teclado ingles.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. A primeira vez é a primeira vez, as outras vezes que vêm a seguir são sempre melhores =P
    A prática faz a perfeição, não é?
    Acho que a primeira vez só se torna especial pela pessoa com quem escolhemos, se essa merecer tal consideração...

    ResponderEliminar