quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Sou, acima de tudo, uma pessoa tolerante.
Penso, até, que já escrevi aqui sobre o assunto. Não gosto de preconceitos sejam eles de que género forem, não gosto de discriminações, não julgo as pessoas pelas suas opções, pontos de vista, maneiras de ser e de estar.
Gosto de respeitar as pessoas, tal como gosto que me respeitem a mim.
E respeitar as pessoas significa respeitar as diferenças, não julgar, não criticar. 
Penso que é por isto que todos os actos de intolerância me chocam, mexem comigo de uma forma que nem sei bem explicar.
Nestes actos, há sobretudo dois, na história da humanidade que mexem muito comigo: o holocausto e a queda das torres gémeas. Ambos os actos são o reflexo de uma enorme intolerância de seres humanos para com outros seres humanos. Uma coisa à qual nunca serei indiferente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário