quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Quantas vezes não acontece não sermos totalmente sinceros com os outros (quando, por exemplo não dizemos que aquela roupa não favorece, que o namorado/pessoa de quem gosta não gosta/ não respeita/ não mostra consideração, que a pessoa não está a ter a atitude correcta/a fazer as coisas da melhor forma/a comportar-se como devia connosco ou com outros), utilizando a desculpa de que não os queremos magoar, porque no fundo temos medo que deixem de gostar de nós ou para evitar eventuais conflitos que pensamos que podem surgir e com os quais não sabemos/não nos interessa/temos receio de não saber lidar?

P.S.: assumo que me acontece muitas vezes. Muitas mais do que gostaria. Mas tenho uma estúpida tendência para ser sempre o cisne branco, querer sempre agradar, não querer que as pessoas achem que penso que sou melhor. E sei que no fundo o faço não por não ser sincera mas por medo da reacção que as pessoas possam ter. O que acaba por ser egoísta da minha parte. E pouco sincero. E não gosto nada disso.

8 comentários:

  1. Foram raras as vezes que não fui sincera com algum amigo. Sejam situações como um corte de cabelo ou uma relação. Não consigo mesmo não o ser. Tira-me o sono. Mas já mudei a forma como digo as coisas. Com mais cuidado.

    Beijinho, Miss G.!

    ResponderEliminar
  2. *B*zinha,

    Vou escrever novamente sobre isto num texto que está para sair mas a verdade é que muitas vezes me anulo não dando a minha opinião. Nem é uma questão de mentir. É mais de omitir percebes? E se muitas vezes é para de facto não magoar, por ter medo de passar a linha entre o assertivo/agressivo, por saber que se calhar as pessoas não o iam aceitar, outras tantas admito que é por medo que se zanguem comigo. E é uma estupidez fazê-lo bem sei. Tal cmo digo não gosto de o fazer.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu não uso essa desculpa...
    eu sou mesmo sincera com os meus verdadeiros amigos...

    considero que existe sempre uma forma correcta de se dizer que não se gosta... não se magoando... e nunca mas nunca minto a alguém com medo que deixem de gostar de mim porque...

    se eu estiver a mentir... não é de mim que gostam... é apenas de uma imagem que não existe....

    ResponderEliminar
  4. Eu Mesma,

    Sei que tens toda a razão. Mas hei-de escrever um próximo texto onde explico também outros porquês desta atitude. Mas não gosto de a ter. Porque revela uma insegurança enorme. Não faço sempre isto e se calhar nem o faço a maior parte das vezes. Mas algumas sei que sim.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Sim, eu entendo e, se calhar, até já o fiz. E já perdi por ser assim, demasiado frontal. Mas também já ganhei. Acho que eu preciso de um pouco de ti e tu um pouco de mim. ;D

    Mas acredita que o teu omitir é, nalgumas ocasiões, o melhor. Sério.

    :)

    Bom fim-de-semana ;)

    ResponderEliminar
  6. B*zinha,

    Precisamos todos de bocadinhos uns dos outros não é? Mas sabes que eu não sou assim com pessoas que tenho a certeza da amizade. Tenho tendência para ser conciliadora sim, e importo-me como que pensam de mim, e tenho receio que deixem de gostar, mas não é um omitir propositado. Simplesmente há alturas em que me oiço dizer coisas que não bem o que sinto por receio percebes? Mas estou a tentar corrigir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Percebo sim. És mais sensata nalgumas ocasiões. E quando ages de forma diferente perante os amigos de verdade, é porque te sentes mais à vontade... E a esses sim, vale a pena ser sempre sincero.

    E lembra-te: se não conseguires corrigir isso, não te preocupes! Claro que devemos evitar conflitos e não gostamos que deixem de gostar de nós por algum comentário mais sincero, mas os verdadeiros amigos, gostam de nós porque sim e agradecem a sinceridade. Pelo menos eu gosto de acreditar nisso - serei ingénua?

    :)

    Beijinho, querida!

    ResponderEliminar
  8. *B*zinha,

    Ingénua é o meu nome do meio :p mas acho que o facto de as pessoas aceitarem ou não o que se diz não tem muitas vezes a ver com amizade. E sim com o facto de terem capacidade de perceber que se o fazemos é porque queremos que esteja melhor. E esta capacidade pode ser afectada por imensas coisas. A minha melhor amiga diz que eu atraio pessoas esquisitas. E eu assumo que tenho algumas pessoas à minha volta cujos problemas não permitem que aceitem e sequer percebam que os reparos que fazemos são por amizade. E muitas vezes sou eu que não me tenho em conta suficiente para achar que tenho o direito de dizer o que penso.

    Beijinhos

    ResponderEliminar