terça-feira, 19 de janeiro de 2010

A saúde e o emprego

Mas sou só eu que acho que quando temos algum problema de saúde temos forçosamente de arranjar tempo para ir ao médico? Será que sou eu que tenho algum problema e que acho que a saúde está acima de qualquer emprego? Uma coisa é estar ligeiramente constipada e faltar. Aí acho legítimo que não se falte. Acho que cada pessoa tem a sua opção que não tem de quer questionada. Mas alguém que desconfia que não está bem, que tem medo de estar doente, dizer que não tem tempo para ir ao médico? E quando questionada sobre isso dizer que as coisas nem sempre são como queremos? Confesso que há coisas que estão para lá da minha compreensão. E esta é uma delas.

5 comentários:

  1. Eu percebo a tua ideia, mas isso como acaba por ser do bom senso das pessoas, logo é uma coisa complicada de gerir.
    Deixa lá ver se me consigo explicar, se estiveres um pouco constipada, não é razão para se faltar, mas há gente que falta na mesma, ou seja, os patrões já não se fiam apenas no bom senso das pessoas e por isso podem ter regras mais rígidas para as faltas, o que faz com que quem esteja doente se sinta na obrigação de continuar a ir trabalhar...

    (a situação pode até nem ser esta, mas esta também acontece)

    ResponderEliminar
  2. Claro Miss Kin. Explicaste bem e eu percebo o que queres dizer. E longe de mim fazer apelo ao absentismo por uma ligeira constipação. Mas a pessoa em questão está preocupada e a pensar que possa ser alguma coisa complicada. E não trabalha numa empresa mas sim numa escola pública. Logo o sistema de faltas é diferente. E eu como amiga dela disse-lhe, antes de tudo, está a tua saúde. E está. Percebes?

    ResponderEliminar
  3. Concordo, mas há poucas entidades patronais com abertura para isso e as pessoas ficam com medo de chatear alguém.

    ResponderEliminar
  4. Fushia,

    Se a pessoa adoecer a sério de certeza que vai faltar muito mais vezes. Para mim não deve haver nada que impeça uma pessoa de tratar da saúde. Porque a saúde é o mais importante.

    ResponderEliminar
  5. Sendo assim, não há mesmo justificação... Quer dizer, não poderá ser medo por parte da tua amiga, de ir saber mesmo o que se passa?

    ResponderEliminar